Novas scotters elétricas compartilhadas já rodam em São Paulo

Segundo os cálculos da empresa, uma viagem de ponta a ponta pelo corredor Berrini-Faria Lima custará 8,85 reais. Foto: Álvaro Povoa / Divulgação.

Por Chantal Brissac.

Desde o dia 25 de janeiro, 50 novas motos elétricas compartilhadas da montadora Riba vêm sendo disponibilizadas em pontos estratégicos da zona sul de São Paulo no horário das 6h às 23h, e podem ser estacionadas em qualquer vaga pública para motos.

A iniciativa é do Banco Santander, que inicia o projeto-piloto com o objetivo de expandir o compartilhamento de scooters nos próximos anos em São Paulo e em outras cidades brasileiras.

Na cola de outras instituições que apoiam a mobilidade urbana sustentável, o Santander pretende reforçar com esta ação os princípios de sustentabilidade do banco. Em um ano, os veículos deixarão de lançar cerca de 20 toneladas de gás carbônico na atmosfera.

Sem câmbio, as scooters têm pilotagem simples. Foto: Renato Suzuki.

O valor de locação será de R$ 5,90 pelos primeiros 10 minutos e R$ 0,75 por minuto adicional. Em simulação, a empresa calculou, para um mesmo trajeto, o custo de R$ 22,80 em aplicativo de transporte de carros e R$ 9,65 com as motos elétricas. De transporte público, o custo seria de R$ 4,40, mas o tempo gasto seria pelo menos quatro vezes superior ao estimado com os veículos da Riba.

A área de atuação do compartilhamento estará limitada, neste primeiro momento, à região localizada entre os bairros de Campo Belo, Vila Olímpia, Itaim Bibi, Jardim Paulistano, Jardim Paulista e Cerqueira César.

No aplicativo da Riba é possível, com um cartão de crédito válido, realizar o destravamento para uso. A devolução também é feita no app. Os veículos contam com seguro contra acidentes, são rastreados em tempo real, e não ultrapassam a velocidade de 50km/h. O capacete é de uso obrigatório, e uma unidade é disponibilizada no baú das motos Riba. Também é necessário ser maior de idade e ter Carteira Nacional de Habilitação na Categoria A. A montadora é responsável pela troca de baterias e manutenções preventivas.

Essa é a segunda parceria do Santander com a Riba. Em agosto de 2021, o banco financiou 36 motos elétricas da marca num projeto-piloto da rede de pizzarias Domino’s. As motos são utilizadas por entregadores da franquia em seu delivery paulistano.

Leia também: Pedal na cidade das flores

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
Chantal Brissac
Chantal Brissac, jornalista e publicitária, fundadora do Pro Coletivo (https://www.procoletivo.com.br/), é autora de livros sobre comportamento, saúde, bem-estar e carreira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.