Passeio do Expresso Turístico Mogi das Cruzes segue os trilhos da antiga E.F. Central do Brasil

Atualmente, o trecho integra a Linha 12-Safira, da CPTM, que conecta o Brás à estação Calmon Viana. O trecho é conhecido como “variante” à atual Linha 11-Coral/Expresso Leste, que foi aberta ao tráfego em 1934. Nesse caminho, restaram duas estações com prédios da década de 1920: Calmon Viana e Aracaré.

Foto: Milton Michida / CPTM.

O trajeto, que dura cerca de 1h30, é realizado no segundo sábado de cada mês, com partida às 8h30, da Estação da Luz, e retorno às 16h30, na Estação Mogi das Cruzes. Ao deixar a cidade, o Expresso Turístico toma a direção dos trilhos da antiga Estrada de Ferro Central do Brasil, ferrovia construída ainda no Império, em 1877, para ligar o Rio de Janeiro a São Paulo.

Foto: Milton Michida / CPTM.

O trem Expresso Turístico é formado por uma locomotiva a diesel, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Alco RS-3 de 1952, que conduz dois carros de passageiros. Cedidos pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), os vagões foram totalmente restaurados nas oficinas da CPTM. São 174 poltronas, ao todo, acomodando confortavelmente os turistas. Cada vagão conta com um agente de trem e monitores.

Na cidade, os visitantes podem conferir o Circuito das Flores, o Parque da Neblina, a Feira de Artesanato e a secular igreja da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo.

História

Mapa do trecho Queluz - Mogi das Cruzes do Ramal de São Paulo da Estrada de Ferro Central do Brasil.

Durante o século 20, passaram por essa linha os mais importantes trens de passageiros de longo percurso que o Brasil já viu, ligando São Paulo ao Rio de Janeiro. Entre eles, estavam o Cruzeiro do Sul, o Santa Cruz e, mais recentemente, o “Trem de Prata”, que operou até 1998.

O bilhete da CPTM contempla exclusivamente a viagem de ida e volta. O preço unitário da passagem é de R$ 50 (ida e volta). No entanto, os descontos podem chegar a 25% na compra de quatro passagens.

Vale ressaltar que as passagens contemplam somente a viagem de trem até o destino. Roteiros complementares devem ser adquiridos diretamente nas agências de turismo

Sobre Mogi das Cruzes

Foto: CPTM.

A cidade, com cerca de 370 mil habitantes, é cortada pelas serras do Mar e do Itapeti. Integrante do Cinturão Verde de São Paulo, o município é conhecido como centro produtor de flores, com destaque para as orquídeas, herança da forte presença japonesa na cidade na primeira metade do século 20. Além do Circuito das Flores, Mogi oferece inúmeras atrações turísticas, com roteiros rurais, culturais e ecológicos.

Serviço

Viagem do Expresso Turístico para Mogi das Cruzes.
Preço: R$ 50 por pessoa; grupos de até quatro pessoas tem desconto de 50% para a 2ª, 3ª e 4ª passagem.
Horário: 8h30.
Saída: Estação da Luz – praça da Luz s/nº – Plataforma 4.
Chegada: Estação Mogi das Cruzes.
Retorno a São Paulo: 16h30.
Informações: (11) 3226 4428 ou http://www.cptm.sp.gov.br/

***
Com informações do Portal do Governo do Estado de São Paulo.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.