‘Piseagrama‘, a única revista brasileira sobre espaços públicos, lança sua 10ª edição em São Paulo

PISEAGRAMA, mais do que uma revista, é um coletivo dedicado aos espaços públicos (existentes, urgentes, imaginários) e uma plataforma editorial sediada em Belo Horizonte. Editou, além de um conjunto de cartilhas de interesse público, cinco livros: Domesticidades: Guia de Bolso (2010); A Natureza mora ao lado (2011); Atlas Ambulante (2012); Guia Morador (2013) e Escavar o Futuro (2014).

Imagem: Cortesia / Revista PISEAGRAMA

Além das publicações, PISEAGRAMA vem realizando pesquisas, ações, intervenções urbanas, projetos, seminários e encontros de interesse público, que têm obtido reconhecimento em eventos e instituições nacionais e internacionais, como as exposições Como se pronuncia design em português: Brasil hoje, em Lisboa (2017), Publishing Against the Grain, em Nova Iorque (2017), a Bienal de Arquitetura de Veneza (2015) e a Exposição Cidade Gráfica no Itaú Cultural (2014).

Campanha Não-Eleitoral, 2012. Foto: PISEAGRAMA.

Entre as ações do coletivo, destaca-se a Campanha Não-Eleitoral, lançada em Belo Horizonte em 2012 e ainda em plena circulação. A Campanha serviu-se da coincidência com o período eleitoral para ativar uma campanha permanente com dezenas de milhares de cartazes e bolsas coloridos com hashtags: #ÔNIBUSSEMCATRACA, #CARROSFORADOCENTRO, #PARQUESABERTOS24H, #UMAPRAÇAPORBAIRRO, #NADAREPESCARNOARRUDAS (ou no Tietê ou no Capibaribe ou no Guaíba ou no Onça e, mais recentemente, no Tejo).

O coletivo tem como integrantes Fernanda Regaldo, Renata Marquez, Roberto Andrés, Wellington Cançado, Felipe Carnevalli, Vítor Lagoeiro e Paula Lobato.

Fernanda Regaldo, editora e uma das fundadoras da revista Piseagrama. Foto: Pablo Caldeira.

Exposições e reconhecimento internacional 

Em 2013 a revista foi selecionada pela ARCHIZINES, uma rede internacional de publicações, para compor uma mostra de revistas na Bienal de Arquitetura de Veneza. A revista também foi incluída na seleção internacional de publicações independentes de arquitetura e urbanismo da revista holandesa VOLUME

No mesmo ano, PISEAGRAMA foi convidada para realizar o livro-catálogo da exposição Escavar o Futuro, que aconteceu no Palácio das Artes, em Belo Horizonte. Em 2014, a revista foi convidada para integrar a exposição Cidade Gráfica, que acontece este mês no Itaú Cultural, em São Paulo.

Lançamento em São Paulo

A PISEAGRAMA lança em São Paulo, no dia 19 de agosto, o décimo número da revista, sobre Recursos. O lançamento acontece na Tapera Taperá, no segundo andar da Galeria Metrópole, a partir de 17 horas.

Imagem: Cortesia / Revista PISEAGRAMA.A nova edição inclui artigos e ensaios visuais sobre os direitos fundamentais da natureza, os exorbitantes dados do comércio de peles de animais na Amazônia ao longo do século XX, o extrativismo de recursos naturais, o transporte transcontinental de fragmentos de paisagens terrestres, a renda universal cidadã, a dívida pública, as moedas sociais, as águas urbanas, o fim da escuridão em nossas noites, a exportação de água virtual em commodities, os impactos da construção civil.

Campanha

A revista PISEAGRAMA é uma publicação independente e sem fins lucrativos. Por isso, precisa da assinatura de leitores para continuar existindo. Saiba como ajudar a seguir.

A equipe editorial trabalha com poucos recursos e investe tempo e trabalho voluntário no projeto, optando por não ter publicidade. Cada revista é um dossiê temático que converge as artes, fotografia, arquitetura, cidades, antropologia e várias outras áreas do conhecimento para se debruçar sobre uma questão. São duas edições anuais com 128 páginas, formato 22.5×30 cm, impressas em papel Chambril Avena 80g no miolo e papel Markatto Concetto Naturale 170g na capa.

Pintura de Jessica Findley e artigo de Marc Augé na Piseagrama 07. Imagem: PISEAGRAMAA lógica é simples: a revista precisa de assinantes, mas também de uma rede de leitores, para continuar existindo. É por isso que a revista acaba de lançar uma campanha de assinaturas, com descontos que valem até o dia 30 de setembro. “Nossa pequena utopia”, afirmam os editores, “é que a revista constitua uma comunidade ativa na esfera pública no Brasil e se sustente pela sua rede de leitores e assinantes.” Para receber a revista duas vezes ao ano em casa, com frete grátis, há três planos possíveis:

  • Quatro edições da revista por R$ 96,00 [20% de desconto – economia de R$24].
  • Oito edições da revista por R$ 180,00 [25% de desconto – economia de R$60].
  • Doze edições da revista por R$ 252,00 [30% de desconto – economia de R$108].

Os leitores também podem comprar um pacote promocional com os números anteriores. Cliquei aqui para assinar.

***
Com informações PISEAGRAMA e ArchDaily.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.