Prefeitura adota novo método de cobrança para apps de transporte individual

A prefeitura vai adotar um sistema de outorga progressiva, a cobrança de uma espécie de taxa de utilização para o uso das vias da cidade, para todos os apps de transporte que atuam na capital, como Uber, Cabify e 99.

Atualmente, a cidade cobra uma taxa fixa de R$ 0,10 por quilômetro percorrido. A partir de amanhã, haverá um limite de 7,5 mil quilômetros que podem ser percorridos por hora por empresa. Se os motoristas ultrapassarem esse valor, o aplicativo vai ter que pagar uma outorga maior, que é progressiva e pode chegar a R$ 0,40 por quilômetro, caso a empresa supere os 37 mil quilômetros em uma hora.

Haddad explica que a ideia da prefeitura não é lucrar e sim deixar o setor mais competitivo. Ele ressalta ainda que a medida beneficia os taxistas. A novidade começa a valer nesta terça-feira, 11.

***

Fonte Reuters

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.