Prefeitura anuncia que a Avenida Paulista vai ficar mais tempo aberta para pessoas a partir de domingo

Ciclistas e pedestres vão poder circular livremente pela via das 10 às 19 horas. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) anunciou nesta quarta-feira, 9, que a medida deve valer durante o período do horário de verão, que se estende até o dia 21 de fevereiro. Até o último domingo, a operação na avenida se encerrava às 18 horas.

Aos domingos e feriados, a Avenida Paulista fica bloqueada entre a Praça Oswaldo Cruz e a Rua da Consolação. Como rotas alternativas, a CET indica para os motoristas que vão no sentido Paraíso o uso da Alameda Santos. Para quem vai na direção inversa, no sentido Consolação, é sugerido o tráfego pela Avenida Bernardino de Campos, Rua Treze de Maio, Rua Cincinato Braga, Rua São Carlos do Pinhal e Rua Antônio Carlos.

A CET recomenda a utilização do transporte público e alerta que a transposição do bloqueio da via é uma infração grave, que implica em cinco pontos na carteira de habilitação.

A abertura da Avenida Paulista para pedestres e ciclistas é parte do programa Ruas Abertas, da gestão Fernando Haddad (PT). A Prefeitura fechou a Paulista para carros pela primeira vez em junho de 2015, data em que foi inaugurada a ciclovia na avenida. Em outubro do ano passado, a Prefeitura tornou a medida permanente aos domingos e feriados. O prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que vai continuar com a iniciativa da gestão Haddad.

***
Fonte: Estadão Conteúdo.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.