Um fim de semana embalado por homenagens aos mestres no Clube do Choro

E, para fechar 2016, a programação gratuita de dezembro contará com os grupos Ordinarius, Choro Paulista e Água de Vintém, nos dias 2,3 e 4. Dentre as atividades o público também poderá participar de workshops e roda de choro aos sábados.

Confira a programação:

Ordinarius
Dia 2 de dezembro, às 21h.

O sexteto vocal, formado por André Miranda, Augusto Ordine, Letícia Carvalho, Luiza Sales, Maíra Martins e Marcelo Saboya brinda o público com um repertório variado, usando a voz como instrumento principal. Os arranjos inéditos são do diretor musical Augusto Ordine. O repertório é, em alguns momentos, executado a cappella (sem a utilização de instrumentos) ou com instrumentos como violão, cavaquinho e percussão.  Em 2015 o grupo lançou o segundo CD, “Rio de Choro”, com clássicos que vão de Pixinguinha a Edu Neves e que serão apresentados neste espetáculo. 

Choro Paulista – Espetáculo Terna Saudade, sobre Anacleto de Medeiros
Dia 3 de Dezembro, às 21h.

O espetáculo homenageia Anacleto de Medeiros, considerado um dos maiores mestres do choro. Anacleto, que se formou no Conservatório de Música, em 1886, ficou conhecido por ter reunido a nata dos músicos cariocas da época, quando formou a Banda do Corpo de Bombeiros. Sua obra, que carrega melodias de valsas, quadrilhas, schottisches, mazurcas, dobrados, maxixes e tangos serviu de inspiração para compositores como Heitor Villa-Lobos e Radamés Gnattali, que o homenagearam com a citação de seus temas.

Para este espetáculo o grupo, formado por Márcio Modesto (flauta), José Roberto Figueroa (pandeiro), Maik Oliveira (cavaquinho e bandolim), Marcelinho Moserrat (violão de 7 cordas), Conrado Bruno (Trombone) e Isaías Alves (saxofones), traz uma seleção com 15 canções entre as composições de Anacleto e algumas autorais.

Água de Vintém – interpretando Sérgio Belluco.
Dia 4 de dezembro, às 19h.

O Água de Vintém apresenta o repertório do seu mais recente disco, “Água de Vintém interpreta Sérgio Belluco” (2015), que resgata a obra do compositor piracicabano. O grupo é formado por Vitor Casagrande (bandolim), Saulo Ligo (cavaquinho), Guilherme Girardi (violão), Xeina Barros (pandeiro) e Marcus Godoy (violão 7 cordas).

Belluco, atualmente com 85 anos de idade, é um dos grandes personagens do choro, à frente do conjunto Som Brasileiro. O espetáculo apresenta 13 choros inéditos do mestre.

Roda de Choro aos sábados, das 18 hs às 20h30.

Serviço

Local: Teatro Arthur Azevedo.
Endereço: Av. Paes de Barros, 955 – Mooca, São Paulo – SP, 03115-020
Capacidade: 433 lugares.
Entrada gratuita.
Mais informações: (11) 2605-8007.

* Os ingressos podem ser retirados a partir das 14 horas (1 ingresso por pessoa) na bilheteria do teatro. As rodas de choro são no foyer do teatro e não precisam de ingresso.

***
Fonte: Jornal GGN.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.