‘Projeto Ruas Abertas‘ está entre os vencedores do Prêmio APCA 2016 na categoria Arquitetura

Desde 2010, a APCA incorporou os críticos de arquitetura, concedendo anualmente sete prêmios: Homenagem pela trajetória, Urbanidade, Obra de arquitetura, Preservação de patrimônio moderno, Pesquisa, Fronteiras da arquitetura, e Apropriação urbana.

O corpo de críticos da edição deste ano na categoria Arquitetura foi composto por Abilio Guerra, Fernando Serapião, Francesco Perrotta-Bosch, Gabriel Kogan, Guilherme Wisnik, Hugo Segawa, Luiz Recaman, Maria Isabel Villac, Mônica Junqueira de Camargo e Nadia Somekh.

Veja a seguir os vencedores dos prêmios que compõem a categoria “Arquitetura e Urbanismo” da APCA.

Trajetória 
– Sérgio Ferro.

Urbanidade 
– Projeto Ruas Abertas – Avenida Paulista / Fernando Haddad.

Avenida Paulista aberta aos domingos. Foto: Natália Marinho / Folhapress.


Obra de arquitetura 
– Escola Senai São Caetano do Sul / Claudia Nucci e Valério Pietraróia – NPC Grupo Arquitetura.

Com sistema pré-fabricado, o edifício tira partido da agilidade na construção e do terreno em desnível. Foto: NPC Grupo.

Preservação de patrimônio moderno
– Luciano Brito Galeria – antiga Residência Castor Delgado Perez / Luciana Brito (promotora); João Paulo Beugger, José Armênio de Brito Cruz, Marcos Aldrighi e Renata Semin – Piratininga Arquitetos (readequação arquitetônica); André Paoliello (readequação paisagística).

 
Interior da Galeria. O projeto de restauro foi aprovado pelo Condephaat. Foto: André Scarpa.
 
Pesquisa
– Atlas fotográfico da cidade de São Paulo e arredores / Tuca Vieira.
O trabalho, realizado desde 2014, foi todo fotografado com câmera 4x5 polegadas.
 
Fronteiras da arquitetura
– Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro / Fernando Meirelles, Daniela Thomas e Andrucha Waddington.
Cena da cerimônia de abertura dos Jogos Olimpicos Rio 2016, no Maracanã. Foto: Daniel Marenco.
 
Apropriação urbana
– Ocupação Hotel Cambridge / Carmen Ferreira da Silva (líder comunitária); Pitchou Luambo (coordenador do Grupo de Refugiados e Imigrantes Sem Teto); Juliana Caffé, Yudi Rafael e Alex Flynn (curadores da Residência Artística Cambridge).
 
Programa de residências com ênfase em práticas colaborativas. Foto: Divulgação.
 
 
***
Por Romullo Baratto no Arch Daily.
 
 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.