‘São Paulo, fora de alcance‘: em fotos, a frustração e o fascínio do caminhar

As 19 obras escolhidas para a exposição apresentam a cidade, o espaço urbano e seus habitantes. Longe de cartões-postais, as fotografias atualizam o repertório visual de São Paulo ao olhar para espaços públicos e construções importantes como o Itaquerão, o Templo de Salomão, a praça Roosevelt, o vão livre do Masp e o Museu do Ipiranga.

Os usos que os habitantes fazem da cidade e os diversos estágios de construção e conservação do patrimônio arquitetônico se combinam para narrar visualmente a experiência fragmentada que caracteriza a vida urbana. Nas imagens da exposição, os deslocamentos diários ou os passeios de fim de semana se misturam a fatos extraordinários, como o incêndio no Memorial da América Latina ou um dos vários protestos realizados em 2013. O preto e branco granulado também serve de metáfora para os conflitos temporais e a organização precária das cidades.

Nova Luz. #9 Foto: Mauro Restiffe.

As obras de Restiffe, que variam de 60 centímetros a 2 metros de largura, são penduradas em painéis espalhados pelo espaço expositivo, em vez de estarem afixadas nas paredes, como numa exposição fotográfica tradicional. A montagem faz alusão ao percurso não linear das cidades e obriga o visitante a confrontar-se com as obras e contorná-las, construindo planos, perspectivas e bloqueios conforme caminha. O título da exposição também sugere a impossibilidade de representar uma cidade grande e complexa como São Paulo.

Praça Por do Sol. Foto: Mauro Restiffe.

O projeto expográfico é de Martin Corullon, do escritório Metro Associados, e a identidade visual de Daniel Trench.

Publicado para acompanhar a exposição, o fotolivro São Paulo, fora de alcance exibe 50 fotografias de Mauro Restiffe e texto do curador Thyago Nogueira em 112 páginas e formato 22 x 29 cm (R$ 89,90).

Por ocasião da abertura, no dia 14 de abril, sábado, às 11h, acontece uma visita guiada com o curador e o artista. Evento sujeito à lotação da sala.

Largo da Batata. Foto: Mauro Restiffe.

Sobre Mauro Restiffe

Mauro Restiffe nasceu em São José do Rio Pardo, em 1970. Formou-se em cinema pela Faap e estudou fotografia no International Center of Photography e na New York University. Suas obras foram expostas, entre outros lugares, no MAC-SP (2011) e na 27ª Bienal de São Paulo. Seu trabalho faz parte de coleções importantes, como as da Tate Modern, do MoMA de São Francisco, de Inhotim e da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Foi indicado ao prêmio BES-Photo de 2011 e, em 2013, foi premiado pela Fundação Conrado Wessel. Expôs no Rio de Janeiro em 2006, na galeria Laura Marsiaj.

Itaquerão. Foto: Mauro Restiffe.

Serviço

São Paulo, Fora de Alcance
Exposição de fotografias de Mauro Restiffe, curadoria de Thyago Nogueira.
De 14 de abril, às 11h, a 26 de agosto de 2018.
Terças a domingos (exceto quintas), das 10h às 20h. Às quintas (exceto feriados), das 10h às 22h.
IMS Paulista – Galeria 1.
Avenida Paulista, 2424.
São Paulo/SP.

***
Com informações do IMS.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.