Livro ‘Espaço público e urbanidade em SP‘ de Mauro Callari: a cidade a partir da ótica de seus espaços

“No livro, tento responder a três perguntas: 

1. Por que vale a pena discutir espaço público. 

2. O que é um bom espaço público.

3. Qual a relação histórica de São Paulo com seus espaços. 

Essa é uma história da cidade contada a partir da ótica dos espaços que eu acho explica alguns dos conflitos que vivemos hoje“, diz o autor.

Para Calliari, há uma mudança em curso na apropriação destes espaços em São Paulo, um momento histórico de inflexão, que está no cerne da obra. 

Segundo o autor, que atua na área de mobilidade a pé e é membro do Conselho de Política Urbana de São Paulo, “há uma evidente preocupação das pessoas na retomada do uso do espaço público: movimentos de ocupação de praças e ruas, debates acalorados sobre a destruição dos símbolos da cidade dividida, como o Minhocão, a retomada do carnaval de rua, os parklets, as ciclovias, o Plano Diretor e vários outros exemplos”. Para Calliari, muitas vezes esses debates se ressentem da falta de uma base comum sobre a história da cidade e as implicações das decisões tomadas ao longo de suas gestões.  

Mas o fenômeno de São Paulo não é isolado. “Várias cidades ao redor do mundo estão rediscutindo o papel do carro, a importância de seus espaços, a preservação do patrimônio e até botando abaixo viadutos em nome da urbanidade.  A sugestão de uma base de conhecimento comum sobre o espaço público e sobre a história da cidade é o ponto de partida desse livro”, explica. 

Uma abordagem diferente 

Em cinco capítulos, o livro “Espaço Público e Urbanidade em São Paulo” conversa com estudantes, gestores públicos, ongueiros, sociedade civil e interessados traz um ponto de vista que não tem medo de resolver as questões mais importantes a partir de uma visão histórica, mas com uma grande dose de atualidade.

Pressupostos de bons espaços públicos, o entendimento da importância dos espaços de convivência ao longo da história, a vivência de pessoas diferentes no mesmo espaço estimulando a formação da identidade individual e como São Paulo assiste a um resgate da urbanidade, que pode permiti-la dar um salto em termos de capacidade de convivência no espaço público nos próximos anos são temas presentes. Coração do livro, o capítulo “A relação de São Paulo com seus espaços públicos ao longo do tempo” aborda a história de São Paulo a partir do ponto de vista da relação com seus espaços públicos, a fim de entender como a cidade chegou a produzir espaços de alta qualidade que foram abandonados durante décadas.

Os espaços mais emblemáticos dessa mudança foram retratados pelo fotógrafo Tiago Queiroz, do jornal O Estado de S.Paulo. 

Serviço Mauro Calliari / Divulgação.
Espaço Público e Urbanidade em São Paulo. 
Autor | Mauro Calliari.
Edição bilíngue (português |inglês).
Páginas 208.
Medidas 19 x 26cm.
Preço R$ 75,00.

Lançamento do livro
Data: 14 de dezembro de 2016.
Local: Livraria da Vila – R. Fradique Coutinho, 915 – Vila Madalena – São Paulo.
Horário: 18h às 22h.
Palestra pocket com o autor entre 19h30 e 20h.

***
Com informações da BEĨ Editora.

 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.