Música para formar cidadãos

“Há talentos musicais entre as crianças, mas a principal orientação nesta fase do nosso projeto é a educação de base”, afirma a maestrina Regina Hiromi Kinjo, que integra o projeto da ONG responsável pelo trabalho social. Ela argumenta que a convivência das crianças no projeto ajuda também no comportamento do grupo. “Hoje eles já entram e saem da sala sem correria”, explica a maestrina.

Com 20 violinos, violas e violoncelo, instrumentos doados que foram recuperados e preparados para a turma pelo Ateliê de Luteria de São Paulo, o projeto da orquestra de crianças e adolescentes mantém também um coral. Segundo a gestora da ONG, Ester Leão, de 60 anos, o projeto usa recursos da Lei Rouanet e serve de opção para crianças de áreas carentes de uma região.

“Nós temos 13 projetos sociais na ONG, como dança e esportes e, entre eles, estão o coral e a orquestra, criada no ano passado”, conta a gestora. “Identificamos que nesta região do Campo Limpo, Capão Redondo, Vila das Belezas, não havia nenhuma iniciativa como aquela que há em Heliópolis, por exemplo”, diz. 

A comunidade de Heliópolis é famosa pelo trabalho do Instituto Baccarelli, que forma cidadãos no mesmo sentido, com resultados reconhecidos na comunidade internacional. Ester revela que buscou autorização no Ministério da Cultura para captar até R$ 391 mil pela Lei Rouanet, mas que chegou apenas ao valor de  R$ 120 mil no ano passado. A solicitação do uso do incentivo fiscal deve ser renovada para o próximo exercício, diz ela.

“Nossa ideia é prosseguir e já estamos com 190 crianças. Há carentes, mas também outras crianças do bairro fazem parte”, declara Ester. Ela lembra que a ideia foi inspirada exatamente na atuação do Instituto Baccarelli, que conta com a regência do renomado Isaac Karabtchevsky. Ester diz ainda que além da maestrina Kinjo, a equipe dela tem os músicos Eliézer Motta e Jucivan Alves dos Santos, coordenador do projeto, que já passaram pelo Baccarelli. Segundo Ester, a ideia que está em andamento no Morumbi tem o apoio da Igreja Batista da região.

Orquestra de crianças e jovens da Amis Associação Morumbi de Integração Social na Sala São Paulo. Foto: JF Diório / Estadão.

Durante a abertura do espetáculo da Orquestra New Life Symphony e da Orquestra de Câmara do Mackenzie, na Sala São Paulo, os pequenos se apresentaram orientados pela maestrina. Muitos deles nunca tinham entrado num espaço como aquele. “Foi uma oportunidade que a gente normalmente não teria”, diz a técnica em imobilização hospitalar Maria Luiza Ferreira de Carvalho Medrado, de 35 anos, mãe de Raul, de 8 anos, um dos integrantes do coral, que acompanhou o filho na apresentação. Ela conta que está desempregada e que os ingressos para os pais assistirem à estreia foram distribuídos pela ONG. Raul estuda na 8ª série da EMEF Francisco Rebolo, escola do bairro.

Sinfônica Heliópolis e núcleo jovem do Coral do Instituto Baccarelli. Foto: Christian-Franz-Tragni.

Para o adolescente Eduardo de Oliveira de Sá, de 12 anos, que está aprendendo a tocar violoncelo, a visita à sala de concertos foi “muito legal”. Ele nunca tinha ido ao local e gostou da oportunidade de tocar e cantar no coral. “Eu toco violoncelo e gosto também do saxofone”, explicou o garoto no dia seguinte à apresentação. Estudante da 7ª série do colégio Porto Seguro, morador da Rua Chicó Gomes, ele costuma frequentar as aulas de música duas vezes por semana, às terças e quintas -feiras, por uma hora, durante a tarde. Eduardo contou ainda que o irmão dele, Gustavo, de 8 anos, também está no projeto, e toca violino. A mãe deles, Vera, explica que a família incentiva a participação dos meninos na orquestra. “Eles gostam de lá e, se depender de mim, vão continuar com a música. A gente incentiva sim”, afirma Vera.

***

Por Pablo Pereira em seu Blog da Garoa no Estadão.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.