museubr.org promove enquete para eleger as obras mais comentadas da #32Bienal

museubr.org é um portal criado pelo Instituto Brasiliana com o objetivo de ser uma plataforma de informações sobre museus e também marca de apoio à museologia e às artes de exposição.

Em breve, o portal passará a investir em conteúdo jornalístico e analítico, trazendo textos nacionais e estrangeiros, sobre o tema, antecipa o superintendente do Instituto Brasiliana (de fomento à cultura brasileira). O portal tem o patrocínio da Petrobras, que também é apoiadora desta ação de votação e tem sido uma das principais patrocinadoras da Bienal há muitos anos.    

“A ideia é estimular tanto a visita física à Bienal, quanto a viagem virtual, que conecta ou mesmo desperta o desejo de tomar contato com as artes. Muitos jovens, ao ver as fotos da enquete, acabam indo ao site da Bienal, buscando mais informações, e são sensibilizados para viajar com as obras”, afirma Rodrigo Mindlin Loeb, superintende do Instituto Brasiliana.

“Nossa proposta é apresentar o conceito de ‘o museu na ponta dos dedos’, afinal vivemos um tempo em que podemos conhecer acervos virtuais e obras mesmo estando em continentes diferentes e, com isso, o museu ganha espaço para trabalhar sua dimensão social”, afirma Luis Nascimento, coordenador de patrocínio da Petrobras, que participou recentemente de uma visita guiada à Bienal, organizada pela área cultural da empresa, o portal #museubr e a Petrobras. Luis pontua que hoje é possível ver fotos, navegar em plantas digitais e ouvir sons, o que não substitui uma visita presencial, mas apimenta a vontade em termos de museus interativos. A empresa cede a quota de catálogos para a ação. 

Viagem virtual 

 
O site da #32 Bienal é um ponto a destacar nesta edição. Além dos perfis e imagens das obras, programação de eventos com a participação dos artistas, a área de social mídia traz importantes insumos para a integração das artes. Dois se destacam, o campo de processos: com vídeos e outros recursos para conhecer o modo de concepção do artista e também o Campo Sonoro, com uma midiateca de sons vinculados as obras. Por exemplo, é possível ouvir, por meio de qualquer celular, ou computador, ao navegar no portal da #32Bienal o OM, um mantra que faz parte das crenças dos Vedas/Hindús e que é tocado pelo artista Bené Fonteles (sino tibetano), Belchior (bambu chinês) e Egberto Gismonti (violão), com obra na Bienal. A Bienal criou um aplicativo Mobile e também um dispositivo para que os visitantes criem e compartilhem seus percursos na exposição. O Wifi é livre é com acesso para todos os visitantes. 

Serviço

#32 Bienal
Até 11 de dezembro de 2016.
Terça, quarta, sexta, domingos e feriados: 9h – 19h (entrada até 18h) / quinta, sábado: 9h – 22h (entrada até 21h).
Fechado às segundas.
Entrada gratuita.

 
***
Com informações do Instituto Brasiliana.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.