Os outros são imprevisíveis

A vida nos ensina a cada segundo. Aprendemos em quaisquer situações porque tudo é passageiro: alegria e tristeza; amor e ódio; fartura e escassez; frio e calor, e tantas outras dualidades.

Por isso é fundamental nutrir sempre o equilíbrio interno para saber lidar com as alterações de fora, porque nelas interferimos pouco, e não as controlamos.

Também não temos qualquer ingerência nas decisões dos outros. Às vezes somos surpreendidos por determinados comportamentos inexplicáveis, sem noção como diz a juventude de Sampa, e isso ocorre o tempo todo.

E por falar em tempo, as variações da meteorologia nos ensinam diariamente que essas transformações serão cada vez mais rotineiras. Acorda-se na primavera; na hora do almoço a sensação é de inverno; ao final da tarde somos surpreendidos com os ventos outonais, e quando o sono chega é verão.

Para suportar essas mudanças, além de bom humor e uma saúde bem cuidada é preciso iluminar os estados de vida para enfrentar essas e outras surpresas com leveza, amor, generosidade e espírito servidor.

Tal como nas intempéries, as relações com as pessoas são oportunidades de aprendizados. Um dia ouvi que cada um oferece o que tem. Por isso é imprescindível que sejamos conscientes de quem somos para, com discernimento, sabermos agir em relação aos outros e os seus comportamentos imprevisíveis. Por aqui, fico. Até a próxima.

***
Leno F. Silva é diretor da LENOorb – Negócios para um mundo em transformação e conselheiro do Museu Afro Brasil. Escreve às terças-feiras no São Paulo São.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.