Acervo do Museu Afro Brasil já está disponível na internet

Pinturas, esculturas, fotografias, documentos, entre outras peças dos universos culturais africanos e afro-brasileiros que compõem o acervo do Museu Afro Brasil, em São Paulo, agora estão ao alcance de um click.

Desde o dia 21 de janeiro, mais de 100 obras da coleção da instituição podem ser visualizadas virtualmente graças a uma parceria com o Google Cultural Institute, ferramenta da gigante de tecnologia americana que permite a visitação online dos principais espaços de cultura ao redor do mundo.

Por meio da funcionalidade Google Street View, o internauta poderá se movimentar pelas salas e corredores do museu, conferir exposições temporárias e de longa duração, além de selecionar e obter mais informações sobre as obras de seu interesse.

Mostras temporárias que haviam saído de cartaz passaram por curadoria especial para estarem disponíveis virtualmente, caso de “Espírito da África – Os reis africanos” que traz as fotografias de Alfred Weidinger, austríaco que registrou os remanescentes das monarquias dos maiores reinados africanos.

Esse é também o caso da exposição “Arte, Adorno, Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão”, composta por objetos de ofícios urbanos e rurais que revelam as contribuições dos negros para a ciência e a tecnologia no Brasil. A mostra que ficou em exibição por mais de dois anos e ganhou nova montagem no Dia da Consciência Negra de 2015 agora pode ser apreciada de qualquer parte do mundo, sem sair de casa.

Museu Afro Brasil Virtual. Acesse!

***
Fonte: Carta Educação.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.