Conheça o Pico do Jaraguá pela Trilha do Pai Zé

Como chegar

Há duas maneiras de chegar no Pico do Jaraguá: de carro, o que não tem muita graça ou pela trilha do Pai Zé, um caminho cercado de mata atlântica e campos de altitude. Durante o trajeto é possível encontrar pequenos sagüis que saltitam pelas árvores, se der sorte pode até ver macaco-prego, tucano -do bico-verde, bicho-preguiça e outros.

Os seus 3.600 metros, percurso de ida e volta, é na maior parte do caminho na sombra, só no final que não há mais árvores e o trecho fica mais íngreme. Foi batizado como Pai Zé por ser uma antiga rota utilizada por diversas pessoas que passavam por consultas espirituais com um líder religioso com este nome. Há um oratório em ruínas onde o religioso realizava seus trabalhos.
Para fazer a trilha sem se cansar muito, é necessário respeitar o ritmo do corpo, apreciar a paisagem, parar várias vezes para beber água e tirar fotos. Se possível, alongar antes de começar e curtir a natureza.

Escada de acesso ao mirante do Jaraguá. Foto: Patricia Ribeiro / Passeios Baratos SP.

Mirante do Pico do Jaraguá

Para ter uma vista deslumbrante a partir do Pico do Jaraguá, é fundamental que o céu esteja aberto e poder enxergar os lugares mais distantes. Depois que termina a trilha há ainda uma escada de concreto de 242 degraus e dois mirantes. O primeiro é Pico do Papagaio com 1.127 metros e o mais alto, é do Jaraguá, com 1.135 metros. Vale a pena subir a escadaria. Do mirante é possível ver as rodovias dos Bandeirantes, Anhanguera, Rodoanel e vários bairros de São Paulo. Prepare a máquina fotográfica.

O Parque Estadual do Jaraguá possui 492 hectares e abriga um dos últimos remanescentes da Mata Atlântica. Era uma antiga fazendo do ciclo do ouro, sua área foi adquirida pelo governo estadual em 1940 para proteger os recursos naturais da região. Jaraguá significa “Senhor dos Vales” e vem do tupi. O Pico do Jaraguá pode ser visto de vários pontos de São Paulo.

Se quiser ter mais tranqüilidade, o ideal é chegar mais cedo, antes das 10h, quanto mais tarde, mais cheio ficam os mirantes e mais concorridos para tirar fotos. O vento batendo no rosto e aquela vista deslumbrante traz sensação de paz e liberdade e o cansaço vai embora.

Quem leva
Arterra Turismo
Valor: R$ 50 por pessoa.
Data: 22 de maio – Domingo.
Horário: Das 8h às 14h.
Ponto de encontro: catracas Metrô Barra Funda.
O que inclui: van ou microônibus a partir do metrô e guia de turismo 
O que vestir: Roupas leves para a caminhada, tênis para caminhada, um agasalho leve, não usar jeans.
O que levar: Protetor solar, repelente, RG, Lanche de trilha: sanduíche, 1 litro de água, barra de cereal, fruta, máquina fotográfica e disposição para conhecer um lugar incrível.
Informar: caso tenha alguma doença crônica que dificulte a caminhada, por ex: asma, bronquite, dificuldade de caminhar, etc.
 E-mail de contato: info@arterraturismo.com.br
Tel.: 11 97682-2508.

***
Parceria de conteúdo do São Paulo São com o blog Passeios Baratos SP. Editora: Patrícia Ribeiro. 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.