São Paulo vai ganhar o primeiro parque vegano do Brasil

A cada dia ganhando mais adeptos, o estilo de vida e o ativismo vegano vão ganhar o Vegan Park, o primeiro parque vegano do Brasil, segundo a VegNice.

Com mais de 1.400 m² destinado a lojas, o espaço escolhido fica na avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 83, na Vila Mariana, zona sul da capital paulista – ao lado da estação Ana Rosa do Metrô.

Os idealizadores do projeto querem fazer do local um centro de convivência, promovendo eventos semanais para propagar a filosofia vegana, sessões de cinema ao ar livre, área de lazer para as crianças e espaço de convívio com muitas mesas, cadeiras e árvores.

Segundo Rama Jonas, sócio do empreendimento, toda a estrutura do local será feita com contêineres, em um projeto arquitetônico inovador. Sobre a data de inauguração, Rama acredita que acontecerá ainda em 2016.

 
O que é Veganismo? 
“Veganismo é uma filosofia e estilo de vida que busca excluir, na medida do possível e praticável, todas as formas de exploração e crueldade contra animais na alimentação, vestuário e qualquer outra finalidade; e por extensão, que promova o desenvolvimento e uso de alternativas livres de origem animal para benefício de humanos, animais e meio ambiente. Na dieta, significa a prática de dispensar todos os produtos derivados em parte ou totalmente de animais.”  (livre tradução de “The Vegan Society“, grupo que criou o termo “Veganismo”, fundado em 1944 no Reino Unido).

***
Com informações Catraca Livre e VegNice.

 
 
 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.