Volta ao mundo de trem será inaugurada em 2017, em Paris

 
A viagem percorrerá 16 mil quilômetros de Paris a Toronto durante 26 dias. Com início no dia 29 de agosto de 2017, em Paris, a viagem irá começar no alto da Torre Montparnasse em Paris. Além da viagem ser acompanhada por um guia brasileiro, a cada passeio visitado outro guia local estará esperando no desembarque dos passageiros.

Os trens que farão parte deste roteiro são: Expresso Paris-Moscou, Transiberiano, Trans Mongolian, Rocky Mountaineer e The Canadian. Além disso, haverá um trecho aéreo da Air Canada. Serão 12 noites de acomodação a bordo dos trens, 13 noites de hospedagem nos hotéis do itinerário, alimentação, guia brasileiro durante todo o roteiro, desfrute da paisagem das margens do Lago Baikal, concerto clássico em Irkutsk, um dia inteiro no Parque Nacional de Terelj, visita à Cidade Proibida e à Grande Muralha da China.

Os passeios oferecidos em cada parada contemplam paisagens bucólicas e históricas. Para o CEO da Lufthansa City Center, Pablo Bernhard, que se preparou durante dois anos para oferecer uma experiência jamais vivida antes, serão proporcionados momentos inesquecíveis nos cenários de montanhas rochosas, cultura chinesa, natureza pela Mongólia, cidades históricas e muito mais. Além de ser o idealizador do projeto, o executivo tem mais de 30 anos de experiência nos trilhos do turismo, tendo explorado todos os continentes em rotas ferroviárias. 

Para mais informações: www.voltaaomundodetrem.com.br

***
Por Caroline de Oliveira no Qual Viagem.

 

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.